Google+ Badge

Cemitério dos livros lidos...

Cemitério dos livros lidos...

Introdução ao Blogue

Porque muita gente associa "cemitério" a algo triste, quero desde já tirar essa ideia em relação a este blog ;) A ideia deste blog é simplesmente arrumar num cantinho especial e cuidado todos os livros que leio, afinal não é isso que fazemos com as pessoas das quais temos que dizer adeus? E por achar que todos eles são especiais e não nos aparecem na vida por acaso... já alguma vez ouviram um livro chamar-vos para a leitura? ;) Não? Então estejam atentos e vão ver como não o escolhem ou apareceu nas vossas mãos por acaso...;)

E sendo a vida no fundo um livro em branco, escrito por nós todos os dias, lembrei-me de "porque não ter um espaço de conversas entre livros sem ser sobre livros", onde possamos falar da actualidade, pensamentos, filhos, dúvidas, receios e partilhas? Ainda mais tendo em conta que sou uma portuguesa de gema, a viver em Buenos Aires... com uma filha pequena, que entende os pais em português, mas se expressa em "portenho"!!! :S lol

E já agora, porque não falarmos e deixarmos entrar um pouco também a minha profissão?... Nutricionista!;) São novas ideias para o ano de 2015 e penso sempre, se é para sonhar que seja em grande! ;)

E quem queira deixar um ou vários livros aqui basta seguir o que está escrito um pouco mais abaixo, do lado esquerdo! ;)

Espero que regressem várias vezes a esta divisão da net! ;)
Boas leituras! :)

Regras do Cemitério...

Eu respondo sempre aos vossos comentários, por isso se não tiver comentário de resposta... é porque ainda não li!;)

Toca a enviar livros ou então entrar apenas para conversar!!;) Vamos fazer deste cemitério um espaço cheio de vida!!;)

quinta-feira, 29 de maio de 2014

Perdas e ganhos das mudanças...

Cada vez me convenço (e aprendo) mais que ligada a uma mudança há sempre "perdas e ganhos"... o que pode ser bom ou mau, conforme o ponto de vista!
Mudei de país, perdi as minhas rotinas portuguesas, perdi o acesso as maravilhosas comidas portuguesa!!!!!!!!! Temos a melhor comida do mundo é o que vos digo!!! Nem um belo bife de vaca, os melhores que comi na vida aqui na Argentina, me fazem mudar de opinião!!;) Perdi o contacto diário (ao vivo e a cores) com a família, ganhei a sabedoria de saber quem realmente está connosco e quem nos acompanha nesta vida, seja a que distância for... simplesmente está lá de verdade e sabemos quem está! Ganhei a sabedoria de saber de verdade o que é a importância da nossa família, de sangue e de coração. Aprendi a sentir saudades de verdade, aquelas saudades que nos dão vontade de  mandar o tapete ao chão e fazer uma birra como se tivesse a idade da minha filha de 3 anos! Perdi aquele acto de agarrar no telemóvel e enviar uma mensagem a perguntar "tomamos café hoje, ou vamos às compras sem comprar nada?" :) Mas ganhei a garra e a determinação de fazer novas amizades, de transportar a minha maneira de ser comunicativa para um país diferente, com um idioma diferente, que eu conhecia apenas de ouvido! ;) lol Aprendi que não há barreiras linguisticas, se realmente quisermos travar amizades e conhecer pessoas novas! Aprendi (ou fui forçada) a perder alguma vergonha e atirar-me de cabeça! Perdi aquele sentimento natural "se queres ser meu amigo fala comigo", e ganhei a persistência de "me fazer ver" de mostrar como sou, para que aí sim, se quiserem sermos amigos... porque quando estamos no nosso país tantas são as pessoas perto, que confesso que não damos tanto valor à "vitória" de fazer uma nova amizade... Perdi o meu trabalho (por opção atenção!) para entrar nesta aventura com marido e filha, ganhei uma visão de trabalho diferente, que me permite conhecer muito melhor as pessoas que sigo, da forma que muitas vezes em gabinete na corrida contra a próxima marcação, não nos deixa. E conheci assim a forma que mais gosto de trabalhar... Aprendi o que é viver num pais com novas culturas e hábitos, o choque que representa o não estar na Europa! Perdi de verdade, o sentimento que nós portugueses quase todos temos "que o que é de fora é que é bom!" Aprendi a gostar de Portugal de verdade, de paixão, a sentir cada vez mais orgulho no nosso cantinho pequenino, mas tão rico, à beira mar plantado! Mesmo com a realidade que passa o pais neste momento... Aprendi o que é ter sangue lusitano, perdi a capacidade de aceitar qualquer coisa que seja negativa sobre Portugal! ;) Aprendi a emocionar-me e arrepiar-me de sentimento, com o som de um fado... Aprendi o sabor maravilhoso que é caminhar por Buenos Aires e de repente ouvir falar "português  de Portugal", aprendi também o que representa esta expressão "português de Portugal"! :)
Perdi a necessidade obrigatória de ter um carro para me mexer! Aprendi a caminhar a pé, aprendi que todas as distâncias longas afinal são já ali! ;)
Aprendi a mudar de casa de uma forma mais fácil, perdi manias de transportar certos objectos atrás... lol Mudei de casa recentemente e perdi a lista dos livros que tinha para colocar aqui no Cemitério, que fiz no Natal de 2013!!! :S Assim aviso que os livros que estavam em standby para entrar aqui, continuam neste modo até próxima ida a Portugal!! :S lol Perdi a possibilidade de viajar por corredores como os da Fnac e me perder a ver e espreitar os livros, mas aprendi a viajar pelas livrarias (lindaaaas!!) argentinas, ao ponto de  começar a adquirir livros em espanhol... ;)
Aprendi a "aceitar" a realidade de ter uma filha que entende a sua língua materna, mas que se expressa em castelhano!! :P lol
Aprendi a sentir saudades de ti Portugal, mesmo sabendo que estou melhor aqui neste momento!


Aprendi a perder acontecimentos de Portugal, como o que hoje inicia e que me custa horrores perder!!!!!!!! Feira do Livro de Lisboa!!! Se alguém quiser fazer como no ano passado, pode sempre enviar-me fotos da Feira do Livro de Lisboa!! ;) Boa?

...

No fundo aprendi que as perdas muitas vezes são ganhos, ambos necessários! :)
E estes foram simples exemplos que me lembrei sem pensar muito, na realidade de quem vive fora do seu pais de origem! :) Existem muitas mais! :)

Boas leituras! :)

16 comentários:

  1. Amiga!!
    Saudades! Muitas.....é só o que tenho a dizer.....daqui a pouco faz um ano que não te vejo em carne e osso!!
    Prometo que se for á Feira do Livro tiro uma foto ou várias e te envio. Ok?
    Beijos!! Tenho saudades de te ler.......
    A tua amiga Nela

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oh Nela e eu ando para te escrever há uma data de tempo!! :( Tenho-me lembrado muito de ti nestes dias, sem explicação nenhuma especifica, acho que devem mesmo ser as saudades a falar! :)
      Siiiiiimmmmm!! Tira foto!!! Afinal a ida à Feira do Livro de Lisboa juntas, já era uma tradição nossa!! ;)
      Beijocas gigantes a ti e no pimpolho!!! ;)

      Eliminar
  2. E aqui vim eu espreitar-te e ler-te e sorrir uma vez mais por te ler, por te compreender e sobretudo por te sentir Feliz nesta caminhada que se faz passo a passo, com sorrisos, lágrimas, loucuras e imensa vontade de ser cada dia mais Feliz e Completa*
    Para mi a tua viagem para Buenos Aires significou uma proximidade mágica, um ponto de abrigo acolhedor onde me "sentei" e "sento" quando preciso e género uma bengala nesta nossa mudança de vida tão diferente uma da outra mas tão próxima nas sensações*
    Que sejas sempre mais Feliz e que Portugal nos alimente sempre a Alma e o Coração mesmo que longe dos nossos olhos e do nosso paladar!
    Bjinhos muitooooossss*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. :) E na lista das "perdas e ganhos", sem dúvida que tu também estás lá! Aprendi que família é família, mas que temos de perder as barreiras que nos fazem falar com certos familiares, apenas através dos nosso pais! :)
      Aprendi que quando se está longe como no nosso caso de Portugal, o sangue fala mais alto! Aprendi o que é ter a tal bengala "estamos as duas nisto, mesmo que em experiências completamente diferentes!" ;) Aprendi a magia dos blogs... mesmo que o meu pessoal esteja em modo adormecido neste momento! ;)
      E a aventura irá continuar mesmo com o teu regresso próximo a Portugal! ;) E mesmo que um dia eu regresse também e estejamos as duas em solo português.. vai ser mágico recordar estes tempos daqui a uns anos!!;)
      Beijoooooocasssss!!!! :)

      Eliminar
  3. A coisa que eu mais queria era sair daqui.... Acho que me bastariam umas férias de vez em quando para matar saudades... A situação que vivo não está a dar para suportar e se fosse mais nova emigrava... Assim, não posso sequer sonhar...

    Um beijinho :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Entendo esse pensamento assim coo essa vontade... infelizmente é partilhada por muitos familiares e amigos... :( Embora volte a dizer o que aprendi, o nosso pais é tão bom e tão rico, que chega a ser irónico transformar-se pobre para quem aí tem de viver neste momento! :( Tenho esperanças e desejo mesmo de coração que esta seja "apenas mais uma" fase menos boa de Portugal, mas passageira! :)
      Beijinhos!!!:)

      Eliminar
  4. As mudanças trazem sempre algo bom e algo mau. Mas no fundo são boas para a nossa evolução e são muito necessárias, por mais que nos custe. Temos de saber aceitá-las. :)
    beijinho grande

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo a 100%!! ;) É isso mesmo!!
      Beijinhos! ;)

      Eliminar
  5. De qualquer das formas, não gosto da zona onde vivo... Estou a 100 Km da zona onde fui criada e sofro com essa distância... Há mais de dois anos que vim viver para esta zona do Algarve e não consigo habituar-me... Detesto esta zona... Mais valia, assim, estar no estrangeiro, onde pudesse ter uma vida decente...

    E estou tão longe de Lisboa, onde acontecem as coisas.... O meu escritor favorito vai estar hoje na Feira do Livro... Há pouco tempo foi o Rock in Rio... E eu aqui, sem poder participar nessas coisas... Assim, o que é que eu estou aqui a fazer? Nesta parte de Portugal que não reconheço como minha?

    Beijinho :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. :( Tenho pena que te sintas assim São, mas posso dizer-te que o estar longe, mesmo das coisas que não gostávamos ou não ligávamos, não é assim tão simples... quando estamos longe aprendemos a olhar para aquilo que não víamos de verdade, ou que víamos simplesmente como algo normal do dia à dia... O nosso cérebro e coração não se desliga assim tão facilmente... não temos esse botão "off", por mais que às vezes acreditemos que o consigamos fazer! ;)
      O Algarve tem coisas lindas!!!!!! nem que sejam só as praias... que acredita aqui a tantos km de distância do mar, oceano, o que seja, sinto uma falta tremenda em que em alguns dias me tira mesmo o ar... saudades de mirar, simplesmente mirar o mar, ou rio que antes via todos os dias... :) Aprendi que temos de tentar descobrir ver o lado do bom da vida, mesmo que nos pareça escondido, de certeza que o encontras!! ;)
      Beijinho grande!!! :)

      Eliminar
    2. É verdade, Luísa...Mas eu estou a cerca de 25, 30 Km das praias mais próximas, não tenho dinheiro para me deslocar, e as parias aqui nesta zona não me agradam. Aqui parece as pessoas parece que só têm consideração pelos turistas estrangeiros (que saudades da minha Ilha do Farol, que deixei do outro lado do Algarve, onde cresci)...

      Ah, mas descontraí este fim de semana. Apesar de não ter podido ir à Feira do Livro ver o meu querido escritor, mandei lá um paparazzo para o fotografar discretamente... E esse paparazzo ia-me mandando as fotografias pelo Face... Só que foi pouco discreto e o JRS acabou por perceber... LOOL

      Não foi bem assim, claro. É um amigo meu. Ele foi à feira e eu, na brincadeira, disse para lhe tirar umas fotografias discretamente, mas o meu amigo aproximou-se muito e ele acabou por perceber, mas sorriu :)

      O meu amigo ficou lá perto dele algum tempo e diz que ficou encantado com a forma simpática e feliz com que ele recebia os leitores... Sempre a sorrir... E ele diz que se via que era uma simpatia genuína :) , sem qualquer esforço... Diz que até ficou com pena de não ter levado um livro para ele autografar, para poder dar dois dedos de conversa directamente com ele. Assim, só ficou a ouvir :)

      Gostava tanto de ter ido :(

      Beijinho, Luísa :)

      Eliminar
    3. ;) Vês, mas tiveste algo bom, e um toque de Feira do Livro! ;)
      Beijinhos

      Eliminar
  6. Quem é verdadeiramente português GOSTA de Portugal. Não diz mal do país gratuitamente. É incapaz de usar expressões-chavões que o reduzem a um local insignificante onde nada corre bem. Nunca saí da Europa mas basta ir aqui ao "lado" a Espanha, basta ir mais longe ao UK para se descobrir de imediato mil e uma coisas boas do nosso país, sendo a primeira, é óbvio, a maravilhosa gastronomia! Tomara os espanhóis e os ingleses... Não tem comparação. São hábitos diferentes, de consumo de carne, peixe, vegetais de forma diferente. Depois tem o clima, tem a luz, tem o ar que se respira, tem o mar, acessível em quase todo o lado, ou rios e ribeiras...

    Aí na Argentina, como é quando dá saudades de ver uma extensão de água?

    Mas viajar e ter contacto com outras realidades é também uma característica portuguesa. É o que nos tornou o povo compreensivo e entendedor que somos. Abertos a diferentes culturas e acolhedores. Acho que somos um povo capaz de se adaptar porque a nossa vontade é genuína, queremos mesmos viver essa nova realidade, noutro lugar, respeitando-a. Há povos que por muito que emigrem não o fazem assim.

    Viva Portugal!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá! :)
      Concordo a 100%!! :) Somos um povo de braços abertos para a aventura, está no sangue de cada português, mesmo que por vezes esteja em modo adormecido!;) Gostamos da aventura e não há volta a dar! ;) Em termos gastronómicos o que se sente mais falta e muita mesmo, chega a ser desesperante é o PEIXE!!!!!!!! Ao inicio ainda acreditava quando me falavam "vamos a um restaurante que tem peixe bom!"... impossível para quem é português!! Aqui aprendi que na terra da melhor carne mundial, é impossível ter peixe ao nível ao mesmo nível... é que nem aos calcanhares!! Que saudades!! Com todos os portugueses que vamos encontrando e travando amizades por aqui, dizem exactamente o mesmo: sinto falta do peixe e do mar!! Aqui quando a saudades bate forte, de olhar o infinito pelo mar, de sentir e respirar o mar... só serve de consolo olhar para as mil fotos que tenho do nosso mar... começando pelo foto que tenho no ambiente do pc.... Mar! Praia! Afinal de contas somos portugueses... navegadores.... descobridores!! ;)
      E sim, cada vez mais digo com garra e orgulho: Argentina é a minha segunda casa, e ficará para sempre no meu coração de uma forma especial dê a vida as voltas que der! Mas... Portugal é a minha casa, a minha origem! Viva Portugal! :)
      Volta mais vezes! ;)

      Eliminar
  7. Identifiquei-me com algumas das tuas palavras. Viver fora tem destas coisas!
    Eu estou fora ha' 8 anos e picos e tem sido a melhor e maior aventura da minha vida :-)

    Ate' agora, claro! Pois mais aventuras virao decerto, eheheheh

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. :) Sem dúvida a grande aventura e desafio da minha vida até agora, pois é quando nos conhecemos mesmo de verdade, o nosso verdadeiro EU... enfrentando o desafio de estar fora do nosso lugar seguro! ;) Mas o balanço até agora 2 anos e uns meses, muito pouco comparado contigo ;) tem sido a melhor experiência da minha vida sem dúvida!! :)
      Beijinhos e volta mais vezes! :)

      Eliminar