Google+ Badge

Cemitério dos livros lidos...

Cemitério dos livros lidos...

Introdução ao Blogue

Porque muita gente associa "cemitério" a algo triste, quero desde já tirar essa ideia em relação a este blog ;) A ideia deste blog é simplesmente arrumar num cantinho especial e cuidado todos os livros que leio, afinal não é isso que fazemos com as pessoas das quais temos que dizer adeus? E por achar que todos eles são especiais e não nos aparecem na vida por acaso... já alguma vez ouviram um livro chamar-vos para a leitura? ;) Não? Então estejam atentos e vão ver como não o escolhem ou apareceu nas vossas mãos por acaso...;)

E sendo a vida no fundo um livro em branco, escrito por nós todos os dias, lembrei-me de "porque não ter um espaço de conversas entre livros sem ser sobre livros", onde possamos falar da actualidade, pensamentos, filhos, dúvidas, receios e partilhas? Ainda mais tendo em conta que sou uma portuguesa de gema, a viver em Buenos Aires... com uma filha pequena, que entende os pais em português, mas se expressa em "portenho"!!! :S lol

E já agora, porque não falarmos e deixarmos entrar um pouco também a minha profissão?... Nutricionista!;) São novas ideias para o ano de 2015 e penso sempre, se é para sonhar que seja em grande! ;)

E quem queira deixar um ou vários livros aqui basta seguir o que está escrito um pouco mais abaixo, do lado esquerdo! ;)

Espero que regressem várias vezes a esta divisão da net! ;)
Boas leituras! :)

Regras do Cemitério...

Eu respondo sempre aos vossos comentários, por isso se não tiver comentário de resposta... é porque ainda não li!;)

Toca a enviar livros ou então entrar apenas para conversar!!;) Vamos fazer deste cemitério um espaço cheio de vida!!;)

sexta-feira, 29 de maio de 2015

Mais uma para a conta...


A conta das perdas, neste caso, das perdas literárias em forma de Feiras! :( Feira do livro de Lisboa, aquele grande acontecimento que me custa tanto faltar! :( Para muitos pode ser "só" mais um motivo de passeio, mas para mim não é, de todo! :´( Habituada desde a infância a ir a esta Feira, e agora dou por mim sem ela há 3 anos! :(  Se há acontecimentos marcantes em Portugal (mesmo não sendo para todos os habitantes, pois felizmente somos seres diferentes!) que estão na lista dos que me custam faltar, este é um deles! 

Esta tem sido uma semana cinzenta por estes lados, quer em clima lá fora, quer cá dentro de casa! Filha de novo com bronco espasmos, mais idas às urgências, bombas, gotas, despertares pelo telemóvel durante a noite de 4h em 4h, servindo o mesmo de bússola durante o dia, e cá estamos nós em mais uma sexta feira, numa semana caseira, sempre com a banda sonora da tosse infantil!! :S Como tal a leitura ficou parada na última pagina lida do livro iniciado mais "recentemente"! Estou cansada e de certo modo revoltada, mas a vida é assim, certo? Uma batalha constante e nada controlada! É ter forças para enfrentar o tempo que falta até respirar Portugal outra vez, que por mais que me digam e leia que "está mal", "que não vale a pena", que isto e que aquilo... é a minha casa! É o meu porto seguro, é o porto da Amizade e dos abraços da família de verdade! É onde estão aqueles abraços que sem nada dizer, apenas sentir me fazem correr as lágrimas de felicidade! É o meu Portugal! :) A frase típica do emigrante que hoje sei bem o que significa! ;) Sinto-me num porto confuso no momento, num porto tremido, onde sinto até medo de por tanto desejar colocar os pés em Portugal, apanhe um choque por já "não me sentir em casa", como tanto imagino... é o terreno perigoso quando chegamos aos 3 anos de vida noutro país... É o precisar urgentemente de espaço para pensar sem interrupções... é a eterna guerra que me mata lentamente (e sei que estupidamente, mas isso será tema para um post num destes dias!) por desejar tempo para o Eu Mulher no lugar da "obrigação" constante do ser Eu Mãe! Que depois em noites como ontem, onde no meio de tanta tosse levamos o ser mais novo da casa, para o nosso leito de sono (nos último tempos em forma de "low sleppeeing") e mesmo a dormir profundamente vermos o seu instinto animal de se aproximar a se enroscar em mim de uma forma que me fez lembrar como quando estava na minha barriga... fiz-lhe festinhas nas costas e lembro-me de pensar "será que a sensação é a mesma para ela quando estava na minha barriga)"... Nos fazem sentir para lá do bem, as piores Mulheres à face da terra por desejar ter um momento de tranquilidade fora do mundo infantil! :S Caos cerebral? Sim é capaz de ser um bom modo de definição para esta semana!
Bom fim de semana e... Boas leituras! :)

sexta-feira, 22 de maio de 2015

Livro Nº67: Trilogia 50 Sombra de Grey... ou 50 Sombras de... Tortura!!


E não me refiro a tortura no que toca às práticas referidas no contexto do livro! :S lol Confesso que ainda estou um pouco em fase de "digestão literária"... Já referi, ou demonstrei aqui em textos variados, como ODEIO deixar um livro a meio!! Bem sei que ninguém nos obriga a ler um livro, salvo estejamos a falar de livros de escola / curso etc! Falo no contexto de livros escolhidos por nós para deixar a mente viajar!...Também não é novidade nenhuma que os livros que escolho ler são escolhidos pela minha vontade, afinal de contas são escolhidos por mim, lol, mas quero com isto dizer que não vou atrás de modas...ODEIO!! Odeio "ter" de ler o livro que todos leram e falaram bem, de só ler livros que sejam de escritores "bons", "conhecidos", da "moda"!!! Bahhhh!!! Que falta de ar que isso me dá!!! Quando escolho um livro, nunca mas mesmo NUNCA é pelo escritor apenas! É sim pelo "toque", é sim pelo "chamamento do livro", pois mais uma vez volto a dizer, são os livros que nos escolhem para ser lidos! ;) As 50 Sombras de Grey... claro, tamanho sucesso, tamanha fama, tamanha loucura para se ver o filme... Provocou o pensamento à curiosa: "deve valer a pena ler!"..... Pois claro! Não aprendas a seguir os teus feelings e princípios literários aos 34 (logo 35 anos) e logo verás quantas quedas mais darás! :S... Enfim... mau... muito má foi esta experiência! :( O primeiro foi lido a custo e a última parte com o desafio de ler o "Para Siempre Alice" no canto do olho, foi lido num ápice, mesmo que sem grande interesse. O 1º volume acaba bem, ao contrário do livro quase todo, consegue provocar um certo "suspense" e um pensamento em mim "se calhar a história começa agora...", pois não começou... depois de lido o "Para Siempre Alice" vamos lá tentar e voltar à trilogia... Aconteceu o mesmo! Tirando uma pequena passagem que como cheguei a comentar aqui, conseguiu prender-me a atenção e não era a falar de sexo, pois esse está presente em praticamente toda a escrita! lol Mas assim como veio, se foi! E voltámos a cair no mesmo enjoo!... até que dia 20 disse chega! Basta! Não me importa que me digam que o 3º livro é o melhor e onde se revela tudo... Recuso-me a perder mais tempo com histórias tão irreais, que querem fazer acreditar que todas a relações verdadeira de amor têm de ser assim! Para isso leio livros de ficção, que lá está, não sou fã! :P Com tanto livro neste mundo para ser lido não vou perder mais tempo nesta tortura!!! Embora me continue a dar confusão, como é que esta trilogia foi e é o sucesso que foi, é... até me dei ao trabalho de investigar na internet opiniões etc... e chega a ser assustador o que se encontra!! :S Que o mundo andava a ficar doente eu já desconfiava, mas... Enfim!! 
2015 está a revelar-se um "bom" ano para alimentar a etiqueta dos "livros não terminados"! :(

Felizmente há um mar de livros à minha espera!! :) E já embarquei noutro! ;) Vamos então entrar e descobrir finalmente o mundo de Haruki Murakami ;)

Bom fim de semana com... Boas leituras! :)

quarta-feira, 20 de maio de 2015

Desafio lançado por uma blogguer...

Quem já conhece este cantinho de escrita, sabe bem como reajo a desafios... :S Pois bem, mesmo em altura complicada de estudo, não consegui dizer que não e assim foi a minha participação no blog Amanhecer tardiamente... que agora partilho com vocês! :) Obrigada Maria por me ter desafiado a escrever um texto "politicamente incorrecto"!:)

Desafio... a piada sem sexo!
Ora como amante de desafios que sou, não resisti em participar neste, mesmo estando num momento da vida, com tempo estritamente contado! Mas como o cérebro também tem direito a descontrair (e precisa desesperadamente!) resolvi aproveitar um momento curto de descontração e participar no desafio... Vou ser curta e directa no lugar de porca e banal como parece estar cada vez mais na moda agora! Para ser “politicamente incorrecta” não me faltam temas, e depois de vários temas me terem surgido na máquina das ideias, seleccionei 3 que depois  também rapidamente descartei dois. 1) Falar da educação das crianças... aííí tanto para poder escrever!!! Mas, ok é verdade, já muito banal e falado e ainda corria o risco de me acharem uma daquelas super mães perfeitas dos tempos de hoje, que ficam traumatizadas a olhar para o percurso de vida que fizeram, para a infância terrível que tiveram que suportar, que podiam ter originado muitos traumas perigosos na sua vida e sobretudo terem servido para hoje terem crianças educadas em vez de mal educadas em casa! Mas felizmente devoram livros (e atenção que sou fã de livros!! ;) ) e  manuais de educação e sei mais lá o quê, tudo para evitarem que os filhos não traumatizados de hoje, sejam  mal educados!... A sério, este é um tema que me consegue mesmo tirar do sério!! Sou mãe de um ser de 4 anos, atenção! Esta semana dei de caras com um texto que era dirigido às mães de hoje, nascida em 80, onde me incluo... com o objectivo de comparar as diferenças... Dizer que o texto era mau, para mim é pouco, não pela maneira como estava escrito, mas sim pelo conteúdo mesmo...a minha conclusão foi mesmo a de que devo ser mesmo uma pessoa mal formada, por saber dizer não à minha filha sempre que necessário, e por a minha filha, recordo de apenas 4 anos, ser uma criança educada, amiga, muito doce e já ter noção de alguns limites! Fiquei a pensar que a minha filha ainda vai ser uma traumatizada por não lhe ter dito sempre que sim a tudo, por a ter chamado a atenção, por não ter travado a palmada (leve que tem mais valor pelo gesto em si, do que o momento do contacto com a roupa!)... se calhar devia aproveitar para lhe pedir desculpas agora, sim porque a minha filha aos 4 anos, como já seria de esperar, já sabe ler em vez de perder tempo a brincar com bonecas muitas vezes inventadas, imaginadas... Baralhei-me? ;) Pois é o que eu acho que anda a acontecer nos valores educativos de hoje!!! Por isto tudo, decidi passar ao tema seguinte... 2) a “desgraça” que é viver em Portugal! Pobres portugueses que carregam para sempre a sina da cruz demasiado pesada... É porque viver num pais com gente simpática, educada, amigável, com um bom clima, com uma grande variedade gastronómica e toda ela maravilhosa... não é fácil! Ahh!! E claro, a cruz da crise só lhes toca a eles... não é fácil!! E mais uma vez eu, penso que sou mesmo louca, primeiro estou a criar junto com o meu marido, que também já conclui, é louco como eu (culpa dos meus sogros que escolheram o mesmo caminho dos meus pais), uma criança que no futuro tem tudo para se dar mal... pois afinal de contas a educação e todos os valores em que acreditamos estão trocados! Segundo, vivemos neste momento, por uma oportunidade aproveitada da vida, num país com uma insegurança máxima, onde amanhã ao atravessar uma passadeira posso perder a vida, pois afinal de contas não se percebe porque estes “marginais” decidem colocar riscas brancas em plena estrada!! Ou melhor, posso perder a vida, por a pobre pessoa necessitada que se cruzou na rua comigo, teve a inteligência de trocar a minha vida por um telemóvel de merda... Um pais que muito em breve vai cair na “banca rota” monetária e humana, e queremos e temos cada vez mais o desejo de voltar a Portugal... a esse pais de desgraça!! De crise única.... (Atenção agora dando um toque mais sério e importante, respeito e lamento o tema da crise em Portugal,e não o estou a tentar desvalorizar, pois um dos motivos que nos fez ganhar coragem e entrar nesta aventura de viver fora do nosso conforto, também passou por este tema, mas hoje digo com toda a certeza e a sentir na pele, que nem sempre a crise está no nosso pais, muitas vezes olhamos para o estrangeiro como a salvação dos nossos problemas económicos... que “lá fora é muito melhor”, “que estas coisas só acontecem em Portugal” e devíamos era olhar melhor para o nosso pais que não sendo o único no meio desta crise mundial (afinal de contas é uma crise mundial) ao menos é o nosso! O vir viver para fora, em 3 anos fez de mim uma patriota! Aí de quem me venha falar mal do meu pais! :P lol A maior parte das vezes o verdadeiro bloqueio está dentro de nós... da nossa cabeça! Para o português, na minha humilde opinião, que vale pelo que vale,  falta isso... acreditar de verdade no seu valor, e atenção que me coloco(colocava?) dentro do grupo!) Por fim pensei... nãh!! Vamos mas é falar de coisas divertidas que nos fazem rir, como dizer o maior número de frases possíveis dentro de um único tema, sem importar o tema principal: SEXO!!!! Já repararam que já é quase impossível prender a atenção de um ser humano à televisão se não se falar de sexo?? Sinceramente a mim choca-me e cansa-me a quantidade de apresentadores de televisão, por exemplo, que num programa não sabe ter uma única conversa que não vá parar ao SEXO, uma entrevista seja a quem seja, que não meta a sua “piada única” com SEXO!!!!!!!!!! O jogo da troca de palavras indirectas não ditas, que fazem todos pensar num só tema, mas não está “directamente dito”! Cansa-me!! Há duas semanas se não estou em erro, começou pela primeira vez aqui na Argentina, esse grande programa televisivo que se chama Big Brother, que aqui é como quem diz Gran Hermano... não, não vou entrar neste tema, lol, apenas comentar que fiquei a olhar para todas as personagens e pensei: são sempre as mesmas, seja em que parte do mundo seja! Tatuagens, corpos trabalhados, implantes e sua família e claro a mínima roupa possível! Aqui posso dizer, que bateu o record (com orgulho para eles) em rapidez de SEXO (mais uma vez lol!) nas primeiras 28h pois que eis que “ele” aparece!! Estará o ser humano a ficar viciado numa doença a que chamaria eu de “ousadia estupidamental”!!...
Por isso, concluo que sim... a culpa é dos meus pais e sogros por terem educado os filhos com valores e respeito! Sendo que pior do que isso, somos nós que sendo vitimas de tal, fazemos o mesmo à nossa filha!! :S Por isso XX a culpa é dos teus avós!.... E tentando eu ser “actualizada” na geração, ainda dei o titulo a este texto de “piada sem sexo”! Ah!! E antes que pensem que tudo isto são problemas sexuais, alguma frustração ou trauma esquecido, sim porque este também é outro tema com muito para falar... asseguro que  a minha vida sexual está bem!...Bem... ou talvez não... tendo em conta as práticas que tanto se falam em sucessos literários tão estrondosos como As 50 Sombras de Grey... Ahhh! E assim se explica o meu bloqueio literário com o raio dos livros... É TUDO CULPA DOS MEUS PAIS!! Agora percebi tudo...
Sim, eu sei... eu disse que ia ser directa e escrever pouco.... :P É o problema da escrita nas minhas mãos! :S

A ti Maria, agradeço este momento de descontracção que me “proporcionaste”, mesmo imaginando que a maioria dos leitores do teu blogue, não leia o meu “devaneio” até ao fim! J
Boas leituras!... pelo menos melhores que estes meus devaneios!! ;)

Boas leituras!:)

sábado, 16 de maio de 2015

Livro Nº66: Anatomia dos Mártires - João Tordo

Livro enviado por Ivete Glorias...
Sinopse...
"Anatomia dos Mártires" é a história de uma obsessão verdadeira transformada em ficção - a de uma investigação contemporânea (e original) sobre o mito de Catarina Eufémia - e também a tentativa de reconciliação de um escritor nascido imediatamente após a Revolução de Abril com o passado. Um jornalista insensato e ambicioso quer provar ao seu editor - um comunista irascível, alcoólico e com bastante desprezo pelos jovens - que não é só mais um na redacção. Escolhido para ir a Berlim entrevistar o biógrafo de um mártir religioso, aproveita a deixa para fazer, no seu artigo, uma analogia com a história de Catarina Eufémia, a camponesa que se tornou um ícone do Partido Comunista, mas de quem, na verdade, pouco ou nada sabe. Quando, porém, o artigo é publicado, as reacções de indignação por parte dos leitores não se fazem esperar, algumas das quais bastante ameaçadoras; e, na noite em que o editor é encontrado na rua em coma, aparentemente brutalizado, o jornalista pergunta-se se não terá sido por defender publicamente o seu artigo e começa a suspeitar de que existe muito mais em jogo do que a simples memória de uma camponesa assassinada pela GNR durante a ditadura. É então que decide investigar obsessivamente a vida de Catarina, desbravando por entre o nevoeiro que paira sobre os mártires e os transforma em mitos de que sempre alguém se apodera. E encontra realidades bem distintas - e mais tenebrosas - do que podia esperar."


Palavras de quem enviou o livro...
"Ainda a propósito de livros, já conclui a sua leitura há cerca de semana e meia, mas guardei a minha opinião sobre este livro para este dia tão especial para os trabalhadores de todo o mundo com a intenção de a tornar na minha singela homenagem a todas as Mulheres e Homens que, corajosamente, deram a vida por melhores e igualitárias condições de trabalho.
"Anatomia dos Mártires" é uma obra que, não sendo inovadora na técnica literária, tem uma trama inteligentemente construídaa por um Autor que nasceu no ano seguinte ao da Revolução dos Cravos.Está subjacente queJoão Tordo tem a humildade intelectual de reconhecer que o tema do assassinato, pelo tenente Carrajola, cão de guarda da ditadura, da Mulher-Coragem, alentejana de Baleizão - Catarina Eufénia - não é propriamente um tema fácil. Obviamente, não vou revelar as histórias, mas posso acrescentar que decorrem duas narrativas em simultâneo - a do assassinato e a da vida de quem o procura clarificar. 

Tem tudo a que tem direito um bom romance: mistério, o nascimento, o esplendor e a morte de um amor, ódios e ressentimentos antigos, velhos como a Serra d' Ossa, mal-entendidos, equívocos, injustiças, tristezas profundas e alegrias extasiantes, num Portugal contemporâneo, cheio de tecnologias de informação e de incertezas,muitas incertezas, onde as relações humanas têm uma aparente consistência esboroada e esboroante.No que me diz respeito, João Tordo granjeou duas coisas com este livro: não ficarei por aqui enquanto sua leitora porque, com esta obra,conseguiu prender-me a atenção, da primeira à última linha, num ritmo crescente de interesse. Não me admirará nada que " Anatomia..." venha a inspirar guião para filme. Nas mãos de certos realizadores, daria, certamente, um excelente objecto cinematográfico.
Nem preciso de dizer que o recomendo vivamente a quem gosta de ler e de saber mais sobre o que foi a ditadura que ensombrou e ainda ensombra este país, 41 anos volvidos."

As minhas palavras...
Definitivamente não vou sair de Portugal sem um livro deste escritor!! ;) Num curto espaço de tempo já é a segunda pessoa que me fala dele!! ;) E a isto eu chamo um "chamamento" literário forte! ;) 
Desse lado há alguém que gosta, já leu algo, deste escritor? ;) Uma pelo menos sei que sim! ;) E também já existe um livro deste escritor aqui no cemitério, enviado, não lido por mim! :)

Boas leituras! :)

sexta-feira, 15 de maio de 2015

Chegou 4f e hoje já é 6f!:)

Não faz falta acrescentar nada mais...


Prova superada! ;) Ganhei conhecimento e novos amigos brasileiros!! ;) Que digam o que disserem é sem dúvida o povo mais alegre do mundo!! :) Já sinto saudades das aulas!!! Foi bom aprender finalmente o espanhol, sem ser de ouvido, pois o que falava até agora foi aprendido nas ruas de Buenos Aires! :) E mais divertido foi poder aprender um novo idioma fazendo comparações entre a língua portuguesa e a "língua brasileira"!:P lol Agora é tempo de relaxar um pouco a cabeça e dedicar um bocadinho de atenção ao blog, que tenho novidades para meter aqui! ;) 
E fica assim terminada mais um aventura, o curso intensivo mais intensivo da minha vida!! ;P lol
E por falar em brasileiros... hora de agora ir lanchar e reencontrar uma amiga brasileira com quem partilhei muitos momentos aqui em Buenos Aires, já que os nossos filhos estavam na mesma escola! :) Reencontro de amigos em diferentes idades! :)

Bom fim de semana e...
Boas leituras! :)


Boas leituras e bom fim de semana! :)

segunda-feira, 11 de maio de 2015

E que chegue 4f!!

É o que eu mais desejo para esta semana!!! ;P Bem sei que é um pensamento meio "errado" para se ter a uma segunda feira, início de semana, lol mas é o que desejo mesmo!! Quarta feira este meu peso de curso intensivo forçado e reduzido, a um em vez de 2 meses, chega ao fim e vou poder voltar a respirar!! :) Amanhã exame escrito final e quarta feira (porque disse que simmmm queria fazer já quarta feira e não 5f!) exame oral final, e  depois de todos terem apresentado, entrega de notas! E porta fechada! O balanço deixo para o fim, agora vim só mesmo partilhar uma descoberta milagrosa que fiz hoje, neste curso... muitos desse lado podem dizer que já conheciam, mas eu nunca tinha ouvido falar na vida!! Caneta tipo esferográfica com borracha... e apaga mesmo sem borrar!!! Tal como se fosse um lápis, ou melhor até!!!:) O que é simplesmente algo maravilhoso para mim, já que sou daquelas pessoa que mesmo quando está a passar algo a limpo, onde é só necessário fazer uma cópia... engana-se e lá sai um risco!! :S Hoje quando a caneta me foi entregue pelas mãos de uma nova amiga brasileira, tive que a testar logo e é mesmo incrível!!!
E claro, amanhã será com esta caneta que irei fazer o meu exame final!! ;) ahahah 
(Exame teste de estudo para o final!)

Boas leituras... já que deste lado andam mesmo paradas para lá do livro de curso espanhol! :S