Google+ Badge

Cemitério dos livros lidos...

Cemitério dos livros lidos...

Introdução ao Blogue

Porque muita gente associa "cemitério" a algo triste, quero desde já tirar essa ideia em relação a este blog ;) A ideia deste blog é simplesmente arrumar num cantinho especial e cuidado todos os livros que leio, afinal não é isso que fazemos com as pessoas das quais temos que dizer adeus? E por achar que todos eles são especiais e não nos aparecem na vida por acaso... já alguma vez ouviram um livro chamar-vos para a leitura? ;) Não? Então estejam atentos e vão ver como não o escolhem ou apareceu nas vossas mãos por acaso...;)

E sendo a vida no fundo um livro em branco, escrito por nós todos os dias, lembrei-me de "porque não ter um espaço de conversas entre livros sem ser sobre livros", onde possamos falar da actualidade, pensamentos, filhos, dúvidas, receios e partilhas? Ainda mais tendo em conta que sou uma portuguesa de gema, a viver em Buenos Aires... com uma filha pequena, que entende os pais em português, mas se expressa em "portenho"!!! :S lol

E já agora, porque não falarmos e deixarmos entrar um pouco também a minha profissão?... Nutricionista!;) São novas ideias para o ano de 2015 e penso sempre, se é para sonhar que seja em grande! ;)

E quem queira deixar um ou vários livros aqui basta seguir o que está escrito um pouco mais abaixo, do lado esquerdo! ;)

Espero que regressem várias vezes a esta divisão da net! ;)
Boas leituras! :)

Regras do Cemitério...

Eu respondo sempre aos vossos comentários, por isso se não tiver comentário de resposta... é porque ainda não li!;)

Toca a enviar livros ou então entrar apenas para conversar!!;) Vamos fazer deste cemitério um espaço cheio de vida!!;)

sexta-feira, 18 de abril de 2014

Gabriel García Márquez - Os gigantes nunca morrem...



"O escritor colombiano e prémio Nobel da Literatura Gabriel García Márquez morreu nesta quinta-feira na Cidade do México aos 87 anos, noticiou o .jornal El País. Estava na sua casa, com a mulher Mercedes e os seus dois filhos.
Foi na carretera de Acapulco, no México, em 1965, quando viajava num Opel branco, com a sua mulher Mercedes e os filhos Gonzalo e Rodrigo, que o escritor Gabriel García Márquez soube como poderia acabar “uma história que não o tinha deixado em paz durante os últimos 20 anos”, “uma história que começou a escrever quando tinha 19 anos, a que chamou La Casa, mas que estava incompleta e ele não sabia por onde a começar”. Tratava-se, é claro, do romance Cem Anos de Solidão (Dom Quixote), que conta a história da família Buendía que vive no imaginário Macondo.
Foi durante essa viagem, a caminho de uns dias de férias com a família nas praias de Acapulco, e enquanto conduzia, que à memória do escritor colombiano veio o momento em que o seu avô lhe mostrou pela primeira vez um bloco de gelo, Gabriel tocou-lhe com o dedo e achou que estava quente. E assim nasceu o início deste romance, um clássico mundial da língua castelhana: “Muchos años después, frente ao pelotón de fusilamiento, el coronel Aureliano Buendía hábia de recordar aquella tarde remota en que su padre lo llevó a conocer el hielo.”  
Esta obra foi traduzida em mais de 35 línguas e vendeu mais de 30 milhões de exemplares. A academia sueca quando lhe atribuiu o prémio Nobel em 1982 justificou-o por na sua obra "se aliarem o fantástico e o real na complexidade rica de um universo poético reflectindo a vida e os conflitos de um continente”. 
Gabriel García Márquez estudou em Bogotá, começou a sua carreira de jornalista, apaixonou-se à primeira vista por Mercedes Barcha e muitas vezes sobreviveu graças à ajuda dos amigos e colegas escritores enquanto escrevia. Vivia no México desde 1961 mas passava temporadas em Cartagena (na Colombia), em Barcelona (Espanha, onde fica amigo de Carlos Fuentes, Mario Vargas Llosa e Julio Cortázar ) e em Havana, Cuba.Há anos que as suas aparições públicas eram raras e não costumava fazer declarações à imprensa.
Conta-se que Gabo (como lhe chamavam) foi surpreendido, em 1982, por um telefonema da Academia Sueca a comunicar-lhe que lhe tinha sido atribuído o Prémio Nobel da Literatura. Estava a dormir, atendeu o telefone e achou que era uma brincadeira.
Esta quinta-feira o presidente colombiano, Juan Manuel Santos, escreveu na sua conta de Twitter : "Mil anos de solidão e tristeza pela morte do maior colombiano de todos os tempos! Solidariedade e condolências a Gabo e família". E acrescentou: "Os gigantes nunca morrem."
O primeiro a dar a notícia foi o jornalista da cadeia mexicana Televisa, Joaquin Lopez-Doriga, que também o anunciou na sua conta no Twitter."

Jornal Publico

Nunca li (ainda) um livro completo deste escritor! Ofereci alguns, folheei vários, até aqui mesmo em Buenos Aires, mas nunca calhou ler de verdade, sem serem excertos, mas sei que um dia o vou fazer!
Fiquei tanto tempo sem vir aqui, e aconteceu "voltar" pelo mesmo motivo... morte! :( 
Claro que morrer aos 87 anos, com uma vida tão cheia e rica de vida, é o que todos "desejamos" certo? Por isso não fico verdadeiramente triste, no sentido em que viveu e deixou uma obra que vai ser eterna... e como disse Juan Manuel Santos "os gigantes nunca morrem"! :) E é isto mesmo! :) Que descanse em paz!:)

Desse lado há fãs? Leitores de Gabriel García Márquez?:)

domingo, 6 de abril de 2014

Alguém desse lado?

Este está a ser um fim de semana de despedidas... "Roque Santeiro" ontem... Fiquei mesmo triste... pois foi / é daqueles actores de referência para mim, no que toca a telenovelas, cresci a ver novelas com ele, esta então, para mim ainda hoje é um marco forte!!!...


E Manuel Forjaz hoje...

Por acaso alguém desse lado tem ou leu algum livro deste professor que lutou com todas as forças, e como acho que se deve combater, contra uma doença que não desiste de marcar presença... :( Eu nunca li, mas confesso que já folheei e li sobre este livro em particular, que meto na foto, várias vezes... Mas acabei por nunca o ler, ainda... Se alguém o tiver e quiser colocar aqui, agradecia muito!! É só enviar um mail para luisabrba@gmail.com com uma foto se quiser, senão pode ser tirada da net, e uma opinião, passagens do texto, frases... o que quiser! :)

Obrigada e Boas Leituras!! :)

quarta-feira, 2 de abril de 2014

Hoje...

... era / é aquele dia em que só me apetecia / apetece meter a cabeça no mundo dos livros e não pensar na vida real... hoje é aquele dia em que só me apetece GRITAR bem alto: PORQUÊ?? PARA QUÊ?? QUE FIZ EU DE TÃO ERRADO???? ONDE ESTOU A FALHAR??... Mas não posso. não porque não o mereça... mas... Simplesmente não posso!  :( Ser um pilar de força psicológica, é das coisas mais difíceis de se viver.... Há dias em que sinto que a vida brinca comigo... me testa os limites, em que sinto que nada faz sentido ou está certo, em que me pergunto se vale a pena tudo isto... Se vale a pena ter a cabeça no lugar, ser racional... porque a vontade é simplesmente parar de pensar e tentar justificar tudo com alguma razão... em que simplesmente me apetece fazer uma birra como a minha filha e pronto!... Enfim, hoje é / era uma dia assim:

(Imagem retirada do google imagens)

Só um desabafo, já que descobri que este cantinho tem mais do que uma magia escondida, uma delas o facto de só poucas pessoas saberem quem eu sou... e mesmo essas pessoas que sabem, desculpem, mas escrevo sem pensar se vou preocupar, "escrevo pensando sem pensar"! Mas sei que essas pessoas o sabem e entendem!;) 

Boas Leituras! :)... a quem conseguir hoje ler.... ;)

terça-feira, 1 de abril de 2014

Viajar com um toque literário

Tenho andado ausente do blog... mas a verdade é que a agitação da minha vida não me deixa parar um bocadinho, respirar e escrever como tanto gosto! Quem pensa que quando não se trabalha, se tem tempo para tudo.... esqueça essa ilusão!! Porque é isso mesmo, uma ilusão!!! :P 
Agora dou por mim a escrever frases no meu pensamento... ou seja frases / pensamentos que me aparecem em determinada situação e que penso que vou registar para não esquecer, mas claro.... vão-se com o vento, ou diria com a velocidade da vida!!! É que nunca, mas mesmo nunca, esses momentos, acontecem quando estou junto a um computador, ou de um simples papel e caneta... duvidam?? Acreditem que é verdade!! 
Se há coisa que gosto nesta vida, para além os livros, claro, é viajar!! :) Felizmente já tive a sorte de conhecer vários bocadinhos de terra deste planeta, embora me faltem tantos, mas tantos locais que gostava de visitar.... Mas este fim de semana que passou foi o momento Chile!!;) Pois é, chegou o momento de conhecer o Chile, mais concretamente Santiago do Chile! Uma agradável surpresa para mim, sem dúvida, uma vez que não tinha expectativas nenhumas! Gostei muito e recomendo!! :) Desta viagem para além das inúmeras fotos que tirei (outra paixão!!! lol começo a concluir cada vez mais que sou uma rapariga de paixões!! lol), vou guardar para sempre, e porque neste cantinho é o que faz sentido referir,  a maravilhosa experiência e prazer, de poder visitar a casa do Poeta Pablo Neruda, na Isla Negra!!! :) Que hoje é um museu! É uma casa museu, no sentido em que a casa ficou, grande parte, parada no tempo, pois mantiveram as suas coisas nos lugares escolhidos por ele, como ele as tinha....Uma casa colada ao mar, uma casa mágica, onde se sente perfeitamente o poder da inspiração!! :) Estar ali no local de onde tantos poemas mágicos surgiram... é algo que não tem palavras!!! Senti sim, uma imensa sede de ler Pablo Neruda!! E vou fazer muito em breve!! :) Para lá do ambiente literário, paira no ar um amor imenso: Matilda! A sua última mulher (e salvo erro 3ª mulher)... sente-se e pode-se ver, mesmo sem estarem presentes já, a força do amor que os unia... :) O saber que estão ambos sepultados naquela casa, como mandava o desejo é.... Lindo.... maravilhoso... mágico... Um amor digno de uma história de livro! ;) Um verdadeiro poeta...!


"Eu amo-te sem saber como, ou quando, ou a partir de onde. Eu simplesmente amo-te, sem problemas ou orgulho: eu amo-te desta maneira porque não conheço qualquer outra forma de amar sem ser esta, onde não existe eu ou tu, tão intimamente que a tua mão sobre o meu peito é a minha mão, tão intimamente que quando adormeço os teus olhos fecham-se. "

Pablo Neruda, in "Cem Sonetos de Amor"


Desse lado, temos fãs de Pablo Neurda? ;) 
Ironicamente, numa viagem que ficou com um marco literário forte, ficou esquecida a presença do meu livro actual, que ficou em casa em Buenos Aires!!! :S 
Boas Leituras!:)