Google+ Badge

Cemitério dos livros lidos...

Cemitério dos livros lidos...

Introdução ao Blogue

Porque muita gente associa "cemitério" a algo triste, quero desde já tirar essa ideia em relação a este blog ;) A ideia deste blog é simplesmente arrumar num cantinho especial e cuidado todos os livros que leio, afinal não é isso que fazemos com as pessoas das quais temos que dizer adeus? E por achar que todos eles são especiais e não nos aparecem na vida por acaso... já alguma vez ouviram um livro chamar-vos para a leitura? ;) Não? Então estejam atentos e vão ver como não o escolhem ou apareceu nas vossas mãos por acaso...;)

E sendo a vida no fundo um livro em branco, escrito por nós todos os dias, lembrei-me de "porque não ter um espaço de conversas entre livros sem ser sobre livros", onde possamos falar da actualidade, pensamentos, filhos, dúvidas, receios e partilhas? Ainda mais tendo em conta que sou uma portuguesa de gema, a viver em Buenos Aires... com uma filha pequena, que entende os pais em português, mas se expressa em "portenho"!!! :S lol

E já agora, porque não falarmos e deixarmos entrar um pouco também a minha profissão?... Nutricionista!;) São novas ideias para o ano de 2015 e penso sempre, se é para sonhar que seja em grande! ;)

E quem queira deixar um ou vários livros aqui basta seguir o que está escrito um pouco mais abaixo, do lado esquerdo! ;)

Espero que regressem várias vezes a esta divisão da net! ;)
Boas leituras! :)

Regras do Cemitério...

Eu respondo sempre aos vossos comentários, por isso se não tiver comentário de resposta... é porque ainda não li!;)

Toca a enviar livros ou então entrar apenas para conversar!!;) Vamos fazer deste cemitério um espaço cheio de vida!!;)

quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014

Livros Nº49 e 50: O Homem de Constantinopla e Um Milionário em Lisboa - José Rodrigues dos Santos

Livro enviado pela São :) Acrescento que estes devem ser com toda a certeza, os livros sensação do momento!:) Já que está nos tops das livrarias portuguesas há imenso tempo! Eu da minha parte, como aqui já referi, recebi no último Natal / Aniversário Um Milionário em Lisboa, e cada vez mais estou mortinha por comprar o primeiro para depois devorar o outro, pois até agora todas a criticas têm sido muito boas e já estou com saudades de ler um livro do JRS! :) Mas deixo-vos agora as palavras da São, uma grande fã do JRS! :)



Sinopse...

O Homem de Constantinopla


O Império Otomano desmorona-se e a minoria arménia é perseguida. Apanhada na voragem dos acontecimentos, a família Sarkisian refugia-se em Constantinopla. Apesar da tragédia que o rodeia, o pequeno Kaloust deixa-se encantar pela grande capital imperial e é ao atravessar o Bósforo que pela primeira vez formula a pergunta que havia de o perseguir a vida inteira: “O que é a beleza?” Cruzou-se com a mesma interrogação no rosto níveo da tímida Nunuphar, nos traços coloridos e vigorosos das telas de Rembrandt e na arquitectura complexa do traiçoeiro mundo dos negócios, arrastando-o para uma busca que fez dele o maior coleccionador de arte do seu tempo. Mas Kaloust foi mais longe do que isso: Tornou-se o homem mais rico do planeta.   Inspirado em factos reais, O Homem de Constantinopla reproduz a extraordinária vida do misterioso arménio que mudou o mundo – e consagra definitivamente José Rodrigues dos Santos como autor maior das letras portuguesas e um dos grandes escritores contemporâneos. “Um estilo de escrita prodigiosamente poético e melódico que enfeitiça o leitor.”Literaturzirkel Belletristik, Alemanha

Um Milionário em Lisboa

Baseado em acontecimentos verídicos, Um Milionário em Lisboa conclui a espantosa história iniciada em O Homem de Constantinopla e transporta-nos no percurso da vida do arménio que mudou o mundo - confirmando José Rodrigues dos Santos como um dos maiores narradores da literatura contemporânea. Kaloust Sarkisian completa a arquitectura do negócio mundial do petróleo e torna-se o homem mais rico do século. Dividido entre Paris e Londres, cidades em cujas suítes dos hotéis Ritz mantém em permanência uma beldade núbil, dedica-se à arte e torna-se o maior coleccionador do seu tempo. Mas o destino interveio. O horror da matança dos Arménios na Primeira Guerra Mundial e a hecatombe da Segunda Guerra Mundial levam o milionário arménio a procurar um novo sítio para viver. Após semanas a agonizar sobre a escolha que teria de fazer, é o filho quem lhe apresenta a solução: Lisboa. O homem mais rico do planeta decide viver no bucólico Portugal. O país agita-se, Salazar questiona-se, o mundo do petróleo espanta-se. E a polícia portuguesa prende-o.

Palavras de quem enviou o livro...

"Acho que depois da leitura deste romance já ninguém olhará da mesma forma a figura de Calouste Gulbenkian :) . E se digo "este romance" é porque considero que, na verdade, "O Homem de Constantinopla" e "Um Milionário em Lisboa" constituem apenas uma obra, dividida em dois volumes e não dois romances em separado. 


Trata-se, digamos assim, de uma biografia romanceada do homem que Portugal foi ensinado a respeitar e a admirar, mas do qual pouco se sabia além de que tinha sido um benfeitor que escolhera o nosso país para construir uma fundação virada para a arte e para a cultura. Com esta magnífica obra ficamos saber mais sobre quem foi esse homem. De que gostava? Como conseguiu tornar-se no homem mais rico do mundo? Porque escolheu Portugal para viver os últimos anos da sua vida e para deixar tão precioso legado? Essas e outras questões são respondidas ao longo destes dois volumes, onde somos confrontados também com a realidade do que foi a destruição do império otomano e o extermínio do povo arménio. 

A obra, que retrata a vida desse arménio que escolheu Portugal para viver, é ainda adoçada pela pergunta base que acompanha toda a narrativa: O que é a beleza?

Numa simbiose perfeita entre as várias facetas do arménio que viveu em Portugal os últimos anos da sua vida, José Rodrigues dos Santos leva-nos numa viagem no tempo que começa na infância do protagonista e vai até à sua morte, não se debruçando apenas sobre a história deste personagem, mas mostrando-a envolvida num contexto histórico através de uma narrativa apaixonante.

Muito haveria a dizer sobre mais esta maravilhosa obra, mas deixo ao critério do leitor avaliar aquilo que aconselho vivamente :)

Sou grande fã dos livros de José Rodrigues dos Santos, o qual também muito admiro enquanto jornalista e com cujas ideias muito me identifico. Já li tudo o que escreveu e não há nenhum romance ou crónica de que não tenha gostado. A leitura deste autor encanta-me e é comum não conseguir parar de ler sempre que pego num livro seu. Também é comum achar que tudo o que diga para descrever o que sinto quando o leio é sempre pouco."

Gostava ainda de acrescentar que... 

Se considerarmos os dois volumes em separado, concluimos que o segundo é superior, mas tendo em conta que os dois devem ser vistos como uma única obra, isso é normal, pois é natural que um romance ganhe interesse À medida que a acção avança

"Nenhum ser humano esquece o dia em que o pai morreu. Dizem que é o momento em que nos tornamos adultos e o futuro nos é confiado como a chave de uma mansão de que somos enfim herdeiros."

"A beleza está evidente nos objectos, nas suas formas e no seu conteúdo, na respectiva harmonia e qualidades intrínsecas, mas o facto é que uma coisa não pode ser bela sem alguém que a contemple e a ache bela"

"É por efeito da verdade que a arte se associa ao bem", sublinhou Sir Kenneth. "É como se beleza, bondade e verdade fossem os três vértices do mesmo triâgulo"

"Amo-a porque amo a verdade que há nela e á ela que me faz ver a 
beleza"


Desse lado alguém já leu? ;)
Boas Leituras! :)

10 comentários:

  1. Não incluíste as citações por opção ou foi esquecimento? :)
    Agora é que vejo o testamento que fiz :) ... Para mim, tudo o que digo sobre este autor e a sua escrita é sempre pouco :)
    Beijinhos :)

    ResponderEliminar
  2. Olá!! Foi esquecimento mesmo!! :(... desculpa, como foi noutro mail... falhou, mas vou já corrigir!! ;)
    Beijinhos!

    ResponderEliminar
  3. Estou com muita vontade de os ler!
    Quando adiantar mais a minha lista de livros a ler vou, de certeza, ler estes dois grandes livros!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ;) E ficarei a aguardar a tua opinião aqui quando os terminares!;) Pois uma das magias / objectivos deste blog é que cada livro aqui presente pode ser visitado e comentado em qualquer altura!! :)
      Beijinhos

      Eliminar
  4. Norinha,eu ainda não li,mas o teu sogro,acabou de ler 'O Homem de Constantinopla' e adorou!Acho que ele 'devorou' o livro! Ele pede se lhe emprestas 'Um Milionário em Lisboa',ficou mesmo 'apaixonado'pela história...
    Beijinhos!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu já tenho tudo programado na minha cabeça... vou comprar na Fnac do aeroporto de Lisboa no regresso para cá da próxima vez!!;) ehehe
      Estou mega curiosa!!!! :P
      Beijinhos!!

      Eliminar
  5. Tal como a São, assumo que sou fã da escrita de JRS. Acabei de ler ambos os livros (concordo com a definição de obra em 2 volumes), mas confesso que as minhas expectativas saíram um pouco goradas. Na minha opinião o primeiro livro tem um enredo mais denso, intrincado e refletido, por oposição ao segundo que me pareceu menos bem conseguido (salvo a descrição pormenorizada do êxodo dos arménios), mais apressado, fantasioso e com grandes saltos no tempo. No entanto, é obra que recomendo a leitura, apenas não considero a sua obra-prima (talvez a fasquia estivesse demasiado elevada...). Na prateleira cá de casa, jazem à minha espera "A filha do capitão" e "Anjo branco": talvez as acompanhe com castanhas e jeropiga este outono! Imperdível, na minha opinião, é "A vida num sopro", um romance arrebatador e imprevisível!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá M.F. ! :)
      Obrigada pela partilha! ;) Eu continuo bastante curiosa para ler estes dois volumes, mas não tarda já é Natal e vou a Portugal!! ;) ehehe
      Quanto à visão da leitura deste Outono, parece-me muito apetecível! ;) A Filha do Capitão, adorei!!! :) Está em lista de espera para vir para este cemitério um dia! Na verdade tinha tudo preparado e apontado, que trouxe da última ida a Portugal (pois os livros lidos estão sempre guardados em Portugal!), mas que com a mudança de casa a folha com alguns livros perdeu-se... :( Mas para o ano aparecerá aqui de certeza!! Assim como "A Vida num Sopro" muito bom também! :) E outros mais que li dele, para não falar nos que ainda tenho dele para ler!! :p
      Também sou uma fã da sua escrita!:)
      Beijinhos e boas leituras! :)

      Eliminar
  6. Olá, Luísa :)

    Ele lançou um novo romance há pouco mais de um mês, intitulado "A Chave de Salomão", onde aborda questões de Física Quântica e a vida depois da morte. é o livro mais complicado de todos os dele, mas eu adorei a leitura. Não dá para explicar Física Quântica de forma mais simples. E, aliás,,, Ainda está para aparecer o livro escrito por este autor que eu não adore. Gosto de todos :) .

    Ele esteve há pouco mais de duas semanas num programa de tv (curiosamente no dia dos meus anos) , onde mostrou um lado muito humano e divertido. Fartei-me de rir :) . Uma pessoa fora de série, mesmo!

    Um beijinho :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá São! :)
      Sim sim eu sei! Vi que ia lançar outro livro, e chegou-se a falar aqui algures no blog!! :P
      Mas tenho tantos livros para ler dele que este não está com certeza na minha lista! :P lol E como os livros dele são quase todos mega grandes e pesados, quem vive fora como eu, cada vez mais mete a sua escrita de parte! :( Pois para trazer um livro dele tem de abrir mão de pelo menos 2! :( lol
      Beijinhos!!! :) Quando o quiseres meter aqui já sabes!! ;)

      Eliminar