Google+ Badge

Cemitério dos livros lidos...

Cemitério dos livros lidos...

Introdução ao Blogue

Porque muita gente associa "cemitério" a algo triste, quero desde já tirar essa ideia em relação a este blog ;) A ideia deste blog é simplesmente arrumar num cantinho especial e cuidado todos os livros que leio, afinal não é isso que fazemos com as pessoas das quais temos que dizer adeus? E por achar que todos eles são especiais e não nos aparecem na vida por acaso... já alguma vez ouviram um livro chamar-vos para a leitura? ;) Não? Então estejam atentos e vão ver como não o escolhem ou apareceu nas vossas mãos por acaso...;)

E sendo a vida no fundo um livro em branco, escrito por nós todos os dias, lembrei-me de "porque não ter um espaço de conversas entre livros sem ser sobre livros", onde possamos falar da actualidade, pensamentos, filhos, dúvidas, receios e partilhas? Ainda mais tendo em conta que sou uma portuguesa de gema, a viver em Buenos Aires... com uma filha pequena, que entende os pais em português, mas se expressa em "portenho"!!! :S lol

E já agora, porque não falarmos e deixarmos entrar um pouco também a minha profissão?... Nutricionista!;) São novas ideias para o ano de 2015 e penso sempre, se é para sonhar que seja em grande! ;)

E quem queira deixar um ou vários livros aqui basta seguir o que está escrito um pouco mais abaixo, do lado esquerdo! ;)

Espero que regressem várias vezes a esta divisão da net! ;)
Boas leituras! :)

Regras do Cemitério...

Eu respondo sempre aos vossos comentários, por isso se não tiver comentário de resposta... é porque ainda não li!;)

Toca a enviar livros ou então entrar apenas para conversar!!;) Vamos fazer deste cemitério um espaço cheio de vida!!;)

sábado, 20 de julho de 2013

Livro Nº30: O Último Dia de Um Amor Eterno - Francisco Goldman

O Último Dia de Um Amor Eterno


Maravilhosamente bem escrito, uma bela história de amor e perda.

Vencedor do Prémio Femina para livro estrangeiro em 2011 e eleito o melhor livro de 2011 pelo New York Times e pelo Guardian.

"Francisco Goldman era um homem sem sorte no amor e avesso a compromissos: a escrita bastava-lhe para viver. Até conhecer Aura Estrada, uma belíssima mulher e brilhante estudante de literatura.
A paixão de Aura pela vida e pela literatura preencheram o vazio existente na vida de Francisco. Casaram no Verão de 2005, no México.
O arrebatamento com que ambos encaravam a vida e o gosto pelo inesperado faziam prever uma longa vida juntos. Mas, em 2007, a dois meses de completarem dois anos de casados, Aura morre de forma trágica.
Sentindo-se responsável pela morte da mulher e profundamente ferido pela sua perda, Francisco entra numa espiral autodestrutiva. Porém, depois de ter chegado a equacionar pôr fim à sua própria vida, percebeu que o mais importante seria honrar e perpetuar a memória de Aura.

O último dia de um amor eterno é a homenagem prestada à mulher amada, à brilhante estudante e escritora, a uma vida cheia de amor e partilha.

Entre a ficção e a realidade, Goldman recupera tudo o que o uniu a Aura, revisitando-a, descobrindo-a, mesmo depois da sua morte, num relato por vezes duro, por vezes triste, mas também divertido. O último dia de um amor eterno é, acima de tudo, um tributo e uma expiação da dor que surge quando se perde a amor de uma vida."

Este foi seguramente um livro de leitura bem diferente de o "normal" em mim... Foi seguramente o livro que mais sentimentos diferentes despertou em mim ao longo da sua leitura. Um livro que ao inicio parece fácil de ler, mas que aos poucos vai revelando os nossos receios mais escondidos... Senti amor, medo, magia das "pequenas coisas parvas" do nosso dia à dia, sobretudo na história de amor que acreditamos escrever todos os dias umas linhas mais. Angustia, numa determinada parte!! Provocou-me uma grande angustia, coisa que nunca me tinha acontecido com um livro. Embora isso não signifique que não tenha gostado da sua leitura... pois agora que o terminei, posso dizer que sim, gostei!:) Mais uma vez constatei que os livros escolhem para ser lidos na altura certa, pois provavelmente este livro tocou-me mais por ter coincidido com uma altura em que estive durante umas semanas sozinha com a minha filha, ou seja sem a outra personagem principal do livro das nossas vidas onde escrevemos cada dia, uma linha mais. O que me angustiou, o que marca e toca neste livro, é o simples facto que tentamos esquecer para podermos viver, de que este pode ser o último dia das nossas vidas, que este pode ser o nosso último acto, a última coisa que fazemos, a última frase que dizemos, o último mail que enviamos, o último post que fazemos num blog. o último, o último, o último... Porque o morrer é sempre para nós adiado! Embora na vida fora da ficção não o seja... e este livro não é ficção, é a história que o escritor colocou em forma de livro, uma maravilhosa homenagem à mulher que amava / ama!:)
Ao inicio e a meio do livro, estava com alguma dificuldade em compreender o porquê do prémio ganho... mas ontem (sobre efeito de Benuron), quando cheguei ao fim, acho que entendi e percebi o porquê! É um livro que não nos é indiferente, duvido que o seja a qualquer pessoa que o leia!:) É um livro que vou relembrar sempre, sempre que tiver aquele pensamento que tanto evito, mas por vezes inevitável "é uma segurança ou um bem já adquirido!"... Porque na verdade nunca o é...

Frases retiradas do livro ao longo da leitura...

"Estou aterrorizado por te poder perder em mim!"

"Escrever nem com esperança, nem com desesperança, apenas com dedicação."

"O pensamento é um agente da mudança, tem repercussões na vida."

"O contratempo é a mãe da comédia."

"O mundo, não apenas Paris, é demasiado idiota e odioso para ficarmos sozinhos nele."

Mais uma vez obrigada sogrinhos, pela prenda e por me darem a conhecer esta linda história de Amor!:)

E sendo hoje assinalado o Dia do Amigo...
Boas leituras que por aqui talvez comece outro ainda hoje...;)

6 comentários:

  1. Ainda bem que gostaste!Sem dúvida uma história forte!Há leituras que mexem com os nossos sentimentos mais profundos!
    Beijinhos e bom dia do amigo!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Gostei sim, e ainda bem que tive acesso a ele!:)
      Um bom dia do Amigo Amiga sogrinha!! ahahaha:P

      Eliminar
  2. Fiquei de olho nesse livro, deve ser muito bom mesmo !!!
    Adoro histórias de amor :D
    Beijinhos com muito carinho meus e da Lu

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É mesmo! :) Embora seja uma história de amor "diferente" da contada muitas vezes no livro... ou talvez por sabermos que é um caso real, não sei! Sei que a uma determinada altura quase que implorei ao escritor "aí por favor, diz que não vai ser assim!".... e depois o "peso" do "bolas, mas isto é um relato do que aconteceu!:(" a verdade é que ficamos presos no amor que os unia /une... Se leres, já sabes, depois vem aqui escrever a tua opinião!;)
      Beijocas grandes para as duas meninas da casa!!:)

      Eliminar
  3. Fiquei curiosa por um lado, mas angustiada por outro. Acredito que nos faça falta conhecer mais histórias destas para nos percebermos que todos nós somos efémeros, que de um minuto para o outro a nossa vida pode simplesmente desabar. Ainda vou decidir se o coloco na minha lista ou não.
    beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ;) Compreendo o teu pensamento! Se eu o fosse ver numa livraria, provavelmente não o comprava. Por isso acreditar que os livros vêm até nós como que por magia, mas com uma missão!;) E é tal e qual como disseste... às vezes faz-nos falta na vida ler histórias destas para em parte agarrarmos a vida ao minuto, pois lá está, ninguém te garante que estarás cá no minuto a seguir.... complexidades e o valor da vida!;) Se o leres já sabes!;) ehehe Mas acredito que não haja ninguém que fique indiferente à leitura do mesmo!;)
      Beijocas

      Eliminar