Google+ Badge

Cemitério dos livros lidos...

Cemitério dos livros lidos...

Introdução ao Blogue

Porque muita gente associa "cemitério" a algo triste, quero desde já tirar essa ideia em relação a este blog ;) A ideia deste blog é simplesmente arrumar num cantinho especial e cuidado todos os livros que leio, afinal não é isso que fazemos com as pessoas das quais temos que dizer adeus? E por achar que todos eles são especiais e não nos aparecem na vida por acaso... já alguma vez ouviram um livro chamar-vos para a leitura? ;) Não? Então estejam atentos e vão ver como não o escolhem ou apareceu nas vossas mãos por acaso...;)

E sendo a vida no fundo um livro em branco, escrito por nós todos os dias, lembrei-me de "porque não ter um espaço de conversas entre livros sem ser sobre livros", onde possamos falar da actualidade, pensamentos, filhos, dúvidas, receios e partilhas? Ainda mais tendo em conta que sou uma portuguesa de gema, a viver em Buenos Aires... com uma filha pequena, que entende os pais em português, mas se expressa em "portenho"!!! :S lol

E já agora, porque não falarmos e deixarmos entrar um pouco também a minha profissão?... Nutricionista!;) São novas ideias para o ano de 2015 e penso sempre, se é para sonhar que seja em grande! ;)

E quem queira deixar um ou vários livros aqui basta seguir o que está escrito um pouco mais abaixo, do lado esquerdo! ;)

Espero que regressem várias vezes a esta divisão da net! ;)
Boas leituras! :)

Regras do Cemitério...

Eu respondo sempre aos vossos comentários, por isso se não tiver comentário de resposta... é porque ainda não li!;)

Toca a enviar livros ou então entrar apenas para conversar!!;) Vamos fazer deste cemitério um espaço cheio de vida!!;)

segunda-feira, 28 de outubro de 2013

Livro Nº39: O Ano Sabático - João Tordo

Livro enviado por Mente Flutuante (blog na lista)...

Sinopse...

"É um magnífico romance sobre a identidade e o outro, mas também sobre o amor fraternal e a amizade que perdura mesmo quando tudo o resto parece ter ruído.   Depois de treze anos de vida desregrada no Québec, Hugo, um contrabaixista de jazz, decide tirar um «ano sabático» e regressar a Lisboa, onde espera reencontrar o equilíbrio junto da família. Porém, logo numa das primeiras noites, assiste ao concerto de Luís Stockman - um pianista que se tornou recentemente famoso -, e a almejada paz transforma-se no pior dos pesadelos: Stockman toca um tema inédito que Hugo conhece bem demais, pois é o mesmo que vem escrevendo há anos na sua cabeça… Quando o começam a confundir na rua com o pianista - e a própria mãe lança a dúvida sobre a sua identidade -, Hugo encetará uma busca obsessiva da verdade e do seu duplo, entrando num labirinto de memórias e contradições que o conduzirá a um destino muito mais funesto do que imaginara ao deixar Montreal. É nessa mesma cidade que Stockman desaparecerá, curiosamente, mais tarde, segundo nos conta o seu melhor amigo - o narrador deste romance - a quem cabe agora desmontar os acontecimentos, destrinçar fantasia e realidade e enfrentar as assustadoras e macabras coincidências que unem, como num espelho, a vida dos dois músicos."

Palavras de quem enviou o livro...

"Posso dizer que gostei muito. É o 3º livro que leio de João Tordo e dos 3 foi o que mais gostei. Dentro do estilo dele, mas com verdadeiro suspense. Acabamos por partilhar com o protagonista os seus anseios, as suas dúvidas, a incerteza do que é e será a sua vida. E depois o desfecho, completamente diferente do que esperaríamos. Gostei mesmo."

Eu juro que não me queria repetir, mas este é mais um que ficou debaixo de olho...;) Fiquei curiosa!!;)
Desse lado mais alguém leu ou conhecia este livro? ;) Comentem, vamos dar mais vida a este blog!;)

Boas leituras!:)

4 comentários:

  1. Não conheço nenhum livro deste autor.Parece ser uma história bastante interessante...
    Mais um para a lista,que não para de crescer...

    ResponderEliminar
  2. Mesmooooooo!!!! É uma lista que não tem fim, pelo contrário cada dia que passa está maior!!:P ahahah
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Acabei agora de ler "O Ano Sabático" e este escritor é, realmente, um dos maiores em Portugal. Esta é uma história em que ele uniu dois tipos de sedução distintas numa só, de modo a seduzir o leitor. Well done João! O caráter sedutor presente na ideia do génio incompreendido que se alimenta da sua própria decadência (Hugo), aliado a uma sedução, também esta mórbida e soturna, de introspecção existencial, faz com que o leitor devore estas páginas como Hugo devoraria uma garrafa de Vodka... Aconselho a leitura desta obra, mais do que ficção é uma autobiografia que, no meu caso, me fez tremer e congelar, dando conta da semelhança de pensamento na questão da dúvida existencial... É como se ele escrevesse o que penso !

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. :) É assustadoramente maravilhoso quando isso acontece, não é? Quando sentimos que o livro até está a falar de nós, da nossa vida!;) Adoro essa magia!! E daí achar que são os livros que nos escolhem por alguma razão!! ;)
      E claro, mais um ponto para matar a minha curiosidade sobre o livro!! ;)
      Boas Leituras!! :)

      Eliminar