Google+ Badge

Cemitério dos livros lidos...

Cemitério dos livros lidos...

Introdução ao Blogue

Porque muita gente associa "cemitério" a algo triste, quero desde já tirar essa ideia em relação a este blog ;) A ideia deste blog é simplesmente arrumar num cantinho especial e cuidado todos os livros que leio, afinal não é isso que fazemos com as pessoas das quais temos que dizer adeus? E por achar que todos eles são especiais e não nos aparecem na vida por acaso... já alguma vez ouviram um livro chamar-vos para a leitura? ;) Não? Então estejam atentos e vão ver como não o escolhem ou apareceu nas vossas mãos por acaso...;)

E sendo a vida no fundo um livro em branco, escrito por nós todos os dias, lembrei-me de "porque não ter um espaço de conversas entre livros sem ser sobre livros", onde possamos falar da actualidade, pensamentos, filhos, dúvidas, receios e partilhas? Ainda mais tendo em conta que sou uma portuguesa de gema, a viver em Buenos Aires... com uma filha pequena, que entende os pais em português, mas se expressa em "portenho"!!! :S lol

E já agora, porque não falarmos e deixarmos entrar um pouco também a minha profissão?... Nutricionista!;) São novas ideias para o ano de 2015 e penso sempre, se é para sonhar que seja em grande! ;)

E quem queira deixar um ou vários livros aqui basta seguir o que está escrito um pouco mais abaixo, do lado esquerdo! ;)

Espero que regressem várias vezes a esta divisão da net! ;)
Boas leituras! :)

Regras do Cemitério...

Eu respondo sempre aos vossos comentários, por isso se não tiver comentário de resposta... é porque ainda não li!;)

Toca a enviar livros ou então entrar apenas para conversar!!;) Vamos fazer deste cemitério um espaço cheio de vida!!;)

sexta-feira, 26 de junho de 2015

Livro Nº68: A Peregrinação do Rapaz sem Cor - Haruki Murakami


21 de Maio 2015 - 25 de Junho de 2015
Sinopse...

"Nos seus dias de adolescente, Tsukuru Tazaki gostava de ir sentar-se nas estações a ver passar os comboios. Agora, com 36 anos feitos, é engenheiro de profissão e projeta estações, mas nunca perdeu o hábito de ver chegar e partir os comboios. Lá está ele na estação central de Shinjuku, ao que dizem «a mais movimentada do mundo», incapaz de despregar os olhos daquele mar selvagem e turbulento «que nenhum profeta, por mais poderoso, seria capaz de dividir em dois». Leva uma existência pacífica, que talvez peque por ser demasiado solitária, para não dizer insípida, a condizer com a ausência de cor que caracteriza o seu nome. A entrada em cena de Sara, com o vestido verde-hortelã e os seus olhos brilhantes de curiosidade, vem mudar muita coisa na vida de Tsukuru. Acima de tudo, traz a lume uma história trágica, que a memória teima em não esquecer. Os quatro amigos de liceu, donos de personalidades diferentes e nomes coloridos, cortaram relações com ele sem lhe dar qualquer explicação. Profundamente ferido nos seus sentimentos, Tsukuru perdeu o gosto pela vida e esteve a um passo da morte. A páginas tantas, lá conseguiu não perder a carruagem. Com "Os Anos de Peregrinação" de Liszt nos ouvidos, regressa à cidade que o viu nascer e atravessa meio mundo, viajando até à Finlândia, em busca da amizade perdida. E de respostas para as perguntas que andam às voltas na sua cabeça e lhe queimam a língua. Será que o rapaz sem cor vai ser capaz de seguir em frente? Arranjará finalmente coragem para declarar de vez o seu amor por Sara? Uma inesquecível viagem pelo universo fascinante deste escritor japonês que chega a milhões de leitores espalhados pelo mundo inteiro. Um romance marcadamente intimista sobre a amizade, o amor e a solidão dos que ainda não encontraram o seu lugar no mundo."

Minha opinião...

Muito bom! :) O crescimento de uma pessoa como ser humano contado numa história brilhante! Um relato simples onde encontramos "lugares comuns" , locais pelos quais já passei na vida, embora em contextos diferentes, mas a mensagem, a aprendizagem necessária para crescer, para viver, está lá! 
Adorei a sua forma de escrever, vou ler mais livros dele com toda a certeza! Acho mesmo que o próximo será um dele que tenho por cá! ;)

Este foi mais um livro oferecido! :) Sim, sou uma pessoa de sorte! Desta vez, mais um que veio pelas mãos do meu pai! :)

Frases retiradas durante a leitura...

"Ter objetivos definidos e concretos torna a vida mais fácil."

"Mais do que acreditar, confio na lógica."

"O coração humano é como um pássaro noturno. Espera por qualquer coisa em silêncio e, quando chega a altura, levanta voo e vai direito a ela." (Amei esta frase! ;) )

"Utiliza o fio da lógica para guardar junto a ti, no teu corpo, o melhor que puderes, aquilo por que vale a pena viver."

"Algumas coisas na vida são demasiado complicadas para serem explicadas, seja em que língua for (...)"

Desse lado, já alguém leu este livro? ;)

Bom fim de semana e...
Boas leituras! :)

8 comentários:

  1. Não conhecia este livro. O autor, sim. Boa dica!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vale a pena Carpe! ;) É o último dele, 1ª edição de Set.2014! ;)
      Boas leituras! :)

      Eliminar
  2. Do Murakami li 'Em busca do carneiro selvagem'. Gostei do livro, deu-me muita vontade de visitar a ilha de Hokkaido, no Japão. No entanto, a edição que li tinha muitos erros de tradução. E isso foi o suficiente para não ter lido mais nada dele. Até hoje, depois deste post. Já fica na minha lista, Luisa! :-)
    Bom fim de semana.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Susana! :)
      É uma pena quando isso acontece, as traduções com erros! :( Este que li, não dei de caras com nenhum erro! ;) Mas às vezes sim acontece... penso sempre que era uma profissão que não me importava nada de ter!! :D LOLOL Ler livros para detectar erros! Sei que em tempos existia mesmo essa "profissão", mas hoje com tanta tecnologia, penso que já tenha sido uma "profissão" extinguida!... ou não! ;P Aconselho mesmo este livro! :)
      Boas leituras! :)

      Eliminar
  3. Querida Luísa, a sua descrição e o seu entusiasmo despertaram-me a vontade de ler este livro.

    Um beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. :) Vale bem a pena! É um grande escritor! ;) Não é por acaso que é um dos que anda na lista para um dia ganhar o Nobel da Literatura! ;) Espero que não se desiluda se um dia ler! ;)
      Boas leituras! :)

      Eliminar
  4. Boa tarde, do modo que elogiou o livro desperta o interesse de o ler, na minha opinião " Ter objectivos definidos e concretos torna a vida mais fácil" julgo ser relativo.
    No meu pensamento considero que os livros servem unicamente para confrontar pensamentos, nunca para ser vivido ou mudar a nossa personalidade através do conteúdo, a verdadeira aprendizagem está nas dificuldades que a vida impõe, entre este motivo e por outros, optei por ler um livro e oferece-lo de seguida.
    AG

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quase tudo nesta vida é relativo não é verdade? ;) Eu por acaso defendo que sim, ter objectivos definidos tornam a vid amais fácil, não no fácil simples, mas pelo menos falo por mim, ajuda-me a organizar e não andar à deriva na vida! Respeito e conheço várias pessoas assim atenção, mas no meu caso, com a minha personalidade não funciona!! :P lol Já há tempos aqui disse, que "sofro" de uma necessidade e um gosto pela organização! E então no que toca à vida... uiii... lol Mas atenção, não digo que siga ou consiga cumprir sempre os meus objectivos!! ;P lol São coisas destintas! ;)
      Concordo com o que disse sobre os livros e o confronto de pensamentos, sem dúvida, agora que servem apenas para isso nop... :P Mas concordo também que as verdadeiras aprendizagens vêem da vida e não da teoria dos livros! ;) O que eu sinto pelos livros atrevo-me a dizer que é provavelmente o que sente pela sua máquina fotográfica! ;) Uma lente que lhe ilumina a alma e o coração, uma foto tirada e observada mil vezes de certeza que nunca é vista exactamente da mesma maneira... e acredito que possa oferecer várias, bem de certa forma, acaba por oferecer até a mim, que não nos conhecemos, no seu maravilhoso blog! ;) O mesmo se passa comigo com os livros, emprestar empresto vários e sempre a pessoas que confio! Oferecer, ofereço vários que já li, mas não os meus! Porque estão escritos, estão com as minhas marcas, só minhas entre mim e o livro! :P Vai-se lá explicar estes caprichos inocentes! ;P
      Boas leituras e muito obrigada por este comentário! :)

      Eliminar